terça-feira, 10 de maio de 2011

Fleet Foxes - Helplessness Blues (2011)


Sim, doutor! O Fleet Foxes lançou seu segundo disco. A ignorância gráfica na capa e o poster (presente pelo menos na versão em vinil) são os mimos da banda para o fã ficar curtindo enquanto deixa a agulha correr pelo bolachão. Três anos após lançar o espetacular disco de estréia (Fleet Foxes, 2008), o grupo retorna como um sexteto. Morgan Henderson, antigo integrante do Blood Brothers, levou ao Fleet Foxes sua experiência de multi-instrumentista.
Neste álbum não há um grande "hit" como White Winter Hymnal. As letras são mais profundas, a métrica digna dos grandes compositores da música folk americana dos anos 50 e 60, principais inspirações para este conjunto, que mostra uma destreza ainda maior nos instrumentos. A banda não levou horas dentro do estúdio. Como Van Morrison, em Astral Weeks, gravaram em poucas horas, de forma espontânea, o som que a banda tem hoje. Estas doze faixas levam o ouvinte para muito próximo do ambiente das apresentações da banda. Para quem está no Brasil, e não tem chance de pular fora e topar com eles em algum canto, fica o gostinho bom.
Esta turma da cidade de Hendrix vai se firmando, como já esperava-se, como a principal banda folk dos EUA.

Faixas
"Montezuma" 
"Bedouin Dress" 
"Sim Sala Bim" 
"Battery Kinzie" 
"The Plains/Bitter Dancer" 
"Helplessness Blues" 
"The Cascades" 
"Lorelai" 
"Someone You'd Admire" 
"The Shrine/An Argument" 
"Blue-Spotted Tail" 
"Grown Ocean"

Formação:
Robin Pecknold: vocal principal, violão
Skyler Skjelset: guitarra, bandolim
Christian Wargo: baixo, vocais
Casey Wescott: teclado, bandolim, vocais
Joshua Tillman: bateria, vocais
Morgan Henderson: multi-instumentista e arranjador





Nenhum comentário: