sexta-feira, 23 de julho de 2010

Maquinado - Mundialmente Anônimo O Magnético Sangramento da Existência (2010)

Lucio Maia não é apenas o guitarrista da Nação Zumbi, como se isso fosse pouco. Ele é um músico extremamente preocupado com arranjos, produção, incorporação de influências brasileiras e muitas outras coisas que eu nem imagino. Nesse segundo disco de seu projeto, além de estabelecer uma formação padrão para a banda, Lucio e seus bluecaps foram capazes de misturar influências como Jorge Ben, ídolo do guitarrista, com música eletrônica, maracatu e afrobeat.
As músicas que abrem o disco, além de trazerem as homenagens rendidas a Ben, também mostram a bandeira da causa negra no Brasil, servindo como uma voz de protesto de Maia em relação a duas figuras do período de luta contra a escravidão no país, Zumbi e Dandara. Há também espaço para a regravação da espetacular canção "Super Homem Plus", do Mundo Livre S/A, numa versão que, pelo menos pra mim, é melhor que a original. Talvez pelo andamento do ritmo e a percussão mais elaborada. Em "Tropeços Musicais", a voz do guitarrista dá espaço para a única convidada do disco, Lourdes da Luz, do Mamelo Sound System, faixa onde a banda coloca toda sua veia hip-hop à mostra.
O álbum é encerrado com a caótica homenagem à paulicéia desvairada "SP". Com guitarras e percussão misturando-se de forma experimental, Lucio Maia coloca toda sua criatividade a funcionar nesse álbum que torna o Maquinado um projeto com a grandeza proporcional a um dos principais músicos e compositores do país nos dias de hoje. Nas faixas bônus disponíveis no sítio da banda, destaco a espetacular versão para "Are You Experienced?" do Jimi Hendrix Experience.

Faixas:
Zumbi
Dandara
Bem Vinda ao Inferno
Super Homem Plus
Tropeços Tropicais
Pode Dormir
Provando a Sanidade
Recado ao Pio, Extensivo ao Lucas
Girando ao Sol
SP

Download grátis no sítio oficial da banda

Nenhum comentário: