sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Jorge Ben - Jorge Ben (1969)

Apesar das diferenças clubísticas irrevogáveis com Jorge Ben, sou obrigado a me render à beleza desta capa, uma das mais belas da música assinada pelo artisto plástico Albery. 1969 foi um ano e tanto para Ben, que preferiu continuar na mesma linha de composição, sem envolver-se com críticas ao governo. Como ficou sem lançar disco por dois anos até esse, viu de camarote o surgimento e o impacto da Tropicália na cena musical brasileira. Além de manter a melodia e os arranjos na mesma linha dos disco anteriores, Jorge Ben teve duas faixas produzidas pela lenda tropicalista Rogério Duprat: "Descobri que sou um Anjo" e "Barbarella".
Apesar do sucesso instantâneo de algumas músicas lançadas anteriormente à 69, é a primeira vez que Jorge Ben consegue implacar um disco que é aclamado de cabo a rabo. Esse álbum já nasceu clássico, pois é nele que estão as músicas: "País Tropical", "Cadê Tereza?", "Take it Easy My Brother Charles" que tem um dos melhores arranjos que já ouvi na vida, "Que Pena" e "Charles Anjo 45" e ainda "Quem foi que roubou a sopeira de porcelana chinesa que a vovó ganhou da Baronesa?" que é genial.
Jorge acompanhado pelo Trio Mocotó e Os Originais Do Samba e quase todo arranjado por José Briamonte que foi extremamente feliz em todas as músicas em que pôs a mão.
Faixas:
01. Criola
02. Domingas
03. Cadê Tereza
04. Barbarella
05. País Tropical
06. Take It Easy My Brother Charles
07. Descobri Que Sou Um Anjo
08. Bebete Vãobora
09. Quem Foi Que Roubou a Sopeira de Porcelana Chinesa Que a Vovó Ganhou da Baronesa
10. Que Pena
11. Charles 45




Jorge Ben - Jorge Ben

Nenhum comentário: