quinta-feira, 20 de agosto de 2009

João Gilberto - Chega de Saudade (1959)

Esse é um daqueles discos que desde criancinha já ouvimos que é muito bom, necessário na estante de qualquer um e pra dizer que sabe tocar violão tem que saber tocar 'Chega de Saudade' inteira. Brincadeiras à parte, o baiano João Gilberto gravou o disco que é considerado o marco inicial da bossa nova, estilo que já tomava forma nas canções de Johnny Alf. Esse disco influênciou uma série de músicos da mesma geração de Gilberto, como Nara Leão, Baden Powell, Dorival Caymmi, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Stan Getz e uma série de outros que estavam ou não, ligados à cultura da zona sul carioca do final dos anos 50 e início dos anos 60. Nas gerações posteriores, desde a jovem guarda até o rock dos anos 80, as influências desse estilo e desse disco são percebidas.
Quem assina o texto na contra-capa do álbum é Tom Jobim, que também toca piano em todas as faixas. Segue o texto.
"João Gilberto é um baiano, "bossa-nova" de vinte e sete anos. Em pouquíssimo tempo influenciou toda uma geração de arranjadores, guitarristas, músicos e cantores. Nossa maior preocupação, neste LP foi que Joãozinho não fosse atrapalhado por arranjos que tirassem sua liberdade, sua natural agilidade, sua maneira pessoal e intransferível de ser, em suma, sua espontaneidade. Nos arranjos contidos neste LP Joãozinho participou ativamente; seus palpites, suas idéias estão todas aí. Quando João Gilberto se acompanha, o violão é ele. Quando a orquestra o acompanha, a orquestra também é ele. João Gilberto não subestima a sensibilidade do povo. Ele acredita sempre que há lugar para uma coisa nova, diferente e pura - embora à primeira vista não pareça - pode se tornar como dizem na linguagem especializada: altamente comercial. Porque o povo compreende o amor, as notas, a simplicidade e a sinceridade. Eu acredito em João Gilberto porque ele é simples, sincero e extraordinariamente musical.
P.S. - Caymmi também acha.
ANTONIO CARLOS JOBIM
FAIXAS:
"Chega de Saudade" (Antônio Carlos Jobim, Vinicius de Moraes) — 2:01
"Lobo Bobo" (Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli) — 1:20
"Brigas, Nunca Mais" (Antônio Carlos Jobim, Vinicius de Moraes) — 2:05
"Hô-bá-lá-lá" (João Gilberto) — 2:15
"Saudade Fez Um Samba" (Carlos Lyra, Ronaldo Bôscoli) — 2:01
"Maria Ninguém" (Carlos Lyra) — 2:21
"Desafinado" (Newton Mendonça, Antonio Carlos Jobim) — 1:58
"Rosa Morena" (Dorival Caymmi) — 2:04
"Morena Boca de Ouro" (Ary Barroso) — 1:58
"Bim Bom" (João Gilberto) — 1:16
"Aos Pés da Cruz" (Marino Pinto, Zé da Zilda) — 1:34
"É luxo só" (Ary Barroso, Luiz Peixoto) — 1:56




João Gilberto - Chega de Saudade

Nenhum comentário: